A MMEC terá lugar em Abril de 2021 sob o formato híbrido

7ª edição da MMEC, o evento mais duradoiro de Minas, Energia, Petróleo e Gás de Moçambique, terá lugar em Abril de 2021, sob o formato híbrido.

O Centro de Conferências Joaquim Chissano será o palco da 7ª edição do evento bienal sobre Mineração, Petróleo, Gás e Energia de Moçambique, que terá lugar de 21 a 22 de Abril de 2021.

A conferência decorre sob o tema “Utilização dos Recursos Naturais como Catalisador para o Desenvolvimento e Diversificação Económica”. A MMEC é a exposição industrial de maior sucesso em Moçambique e estima-se que atraia participantes de cerca de 30 países.

O evento estava inicialmente previsto para 2020 mas devido à pandemia do Covid-19 passou para 2021, sendo que desta vez será híbrido, significando que os participantes podem assistir ao evento no local em Maputo ou em plataformas online.

A MMEC é um evento bienal internacional abrangente, extensivo a toda a indústria extractiva com objectivos-chave de promoção de investimentos nestes sectores; de partilha de conhecimentos e de experiências; promoção de parcerias; audição de decisores políticos de organizações parceiras regionais e internacionais; e de posicionamento de estudantes moçambicanos recentemente qualificados na indústria.

Com o endorso da ENH – Empresa Nacional de Hidrocarbonetos E.P, a Conferência e Exposição  da MMEC 2021 terá também a participação de Ministros, Directores Seniores de empresas governamentais, parceiros estratégicos de desenvolvimento, operadores dos sectores do petróleo e gás, mineração, e energia.

A MMEC conta também com a participação de investidores institucionais e prestadores de serviços com os quais os outros participantes poderão interagir, partilhar tendências, trocar contactos e estabelecer as maiores parcerias comerciais.

O que há de novo para MMEC 2021?

A 7ª edição trará novas características a todos os participantes, como por exemplo: Tradução simultânea em inglês e português; curso de desenvolvimento de competências on-line antes do evento; participação presencial ou virtual; notícias on-line e oportunidades de projectos através do nosso site dedicado; App do evento e redes sociais para comercializar as suas notícias e desenvolvimentos empresariais. A aplicação da conferência MMEC foi concebida para o manter actualizado sobre o programa, organizar reuniões individuais, e aceder à lista de participantes, conversar com outros participantes e aceder a conteúdos adicionais.

O evento continuará a apresentar Moçambique como um país amigável para negócios onde estão a ser implementadas reformas políticas para encorajar o fluxo de investimento directo nacional e estrangeiro na indústria extractiva. Esta é a maior e mais bem sucedida exposição focada na indústria em Moçambique, uma vez que o evento atrai visitantes com orçamento e poder de decisão para se envolverem com fornecedores de tecnologia e soluções.

Moçambique está à beira de se tornar um actor muito grande no espaço LNG, tendo vários projectos actualmente em curso.  É também conhecido como um dos países chave para a mineração de rubis, com a mina de Montepuez a ter o mais rico depósito de rubis conhecido, gerando receitas de quase 122 milhões de dólares para Gemfields. Outros recursos naturais incluem carvão, areias minerais, energia hidroeléctrica, minério de ferro, tantalite, ouro e calcário.

De uma perspectiva energética, Moçambique tem o maior potencial de produção de energia na África Austral desde carvão, hidro, gás, eólico e recursos solares inexplorados. A energia hidroeléctrica é a principal fonte de energia actualmente, no entanto, o governo está a concentrar-se nas energias renováveis e a trabalhar no sentido de incorporar planos de gás domésticos.